Seja bem-vindo. Hoje é
"ALEA JACTA EST" (A SORTE ESTÁ LANÇADA) - JÚLIO CESAR

7 de set de 2010

PISCINÕES DE ROMA

Na capital do mundo, ninguém tomava banho em casa. Mas tudo bem, porque visitar os banhos públicos era mais ou menos como freqüentar os nossos shoppings – as pessoas iam lá para fazer esportes, ler um bom livro e conhecer gente bonita. Essas termas eram um dos maiores prazeres da vida urbana antiga até os escravos podiam entrar numa boa. Surgidos no século 3 a.C., esses piscinões ficaram tão famosos que, no ano 300 d.C., havia mais de mil deles na cidade.

As termas romanas reuniam várias formas de diversão num só espaço.

Passo a passo
O banhista seguia uma espécie de ritual, embora o caminho não fosse rígido. Primeiro exercitava-se na palestra (pátio). Depois, despia-se no apodyterium (vestiário), seguia para a sudatoria para o banho a seco, para o caldarium (banho quente) e para o tepidarium (banho morno) até se refrescar no frigidarium (banho frio).

Engenharia quente
O sistema de aquecimento era inteligente: a água, as paredes e o piso eram aquecidos por fornos a lenha o calor que saía deles passava por tubos de cerâmica até chegar às paredes ocas.

Sem baixaria
Mulheres e homens tomavam banho no mesmo lugar, mas em horários diferentes. As moças que apareciam no horário dos homens eram prostitutas – ou ficavam com essa fama. Os homens que tentavam mergulhar no meio da mulherada eram barrados.

Negócios e fofocas
Ricos, pobres, escravos, todos iam para as termas (locais separados), onde conversaram sobre política e negócios e, claro, falavam mal dos outros. No banho, as pessoas podiam comer pão, nozes, banha ou salsicha.

Pele de bebê
Quem tinha mais grana levava para o banho seus próprios empregados, que usavam esfregões de metal para tirar a craca do corpo. Os demais pediam ajuda para os funcionários das termas.

Vamos ao shopping?
Os banhos tinham de tudo. As termas de Caracalla, em Roma, eram na verdade um complexo de diversão com jardins, trilhas, lojas, bibliotecas, museu, estádio e salas de ginástica, repouso e massagem.


Provável aparência das Termas de Caracalla


Ruínas das Termas de Caracalla

Nenhum comentário:

Postar um comentário